Nossos Artigos

Jamais se Esquecer do Suprimento Divino

Mt. 16: 1-12

Introdução: É muito comum nos esquecermos das coisas. Principalmente das coisas boas. Das ruins parece que temos prazer de lembrar e sofrer outras vezes. Existem tantos desencontros na vida que parece que o normal é o sofrimento. Mas o Senhor Jesus nos ensina que nem tudo é ruim. Há muitos bons e abençoados momentos que devem ser lembrados. Acompanhemos o texto e deixemos o Senhor nos fazer lembrar de bons momentos que Ele nos concedeu nesta vida.

1.Os inimigos queriam ver alguma coisa que talvez os levasse a crer (vs. 1). Os fariseus e saduceus viviam numa eterna dúvida sobre a Pessoa de Jesus. Quem era Ele? Nicodemos é um exemplo (Jo. 3: 1). Eles queriam exercer a fé pelo que podiam ver. Mas a fé deve existir por si só. A fé faz aparecer o milagre, e não o contrário.

2.Quem sabe analisar as condições climáticas, deve ter discernimento para reconhecer as profecias (vs. 2-4). Aqueles homens eram capazes de descrever as condições do tempo sem a ajuda de parelhos, mas apesar de viverem com a Bíblia nas mãos não tinham entendimento de entenderem as profecias.

3.“Cuidado com o fermento dos fariseus e saduceus” (vs. 5, 6). Jesus adverte aos discípulos terem cuidado com esse tipo de atitude em relação à Sua Pessoa e mensagem. Aquela atitude não passa de fermento: incha a massa e a leveda.

4.“Não nos precavemos de pão” (vs. 7, 8, 11). A Bíblia convida o povo de Deus a procurar ter discernimento das Suas coisas, e não dar-lhe uma interpretação humana, mas espiritual.

5.“Não se esqueçam do suprimento divino para as vossas vidas” (vs. 9, 10). Jesus diz aos discípulos que sobre o cuidado de Deus com o Seu povo, basta apenas olhar um pouco para o passado e ver que Deus jamais deixou de suprir com Suas bênçãos. Quer dizer, Deus cuida de nós com todo o carinho.

Conclusão: Procuremos, pois, exercer uma fé firme e fundada em Deus e nunca nos movermos da nossa confiança no cuidado do Pai celestial conosco. Mas, também, vigiemos para não sermos enganados pelo “fermento dos fariseus e saduceus”, sabendo que o Senhor sempre cuidará de nós.

Foi abençoado? Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram