Nossos Artigos

O evangelho em Romanos

Se a você, cristão, fosse dada a oportunidade de expor o evangelho a alguém. O que você diria? Por onde começaria? Quais versículos da Bíblia você usaria?

Mesmo já tendo sido alcançado pela mensagem do evangelho, o cristão nem sempre sabe o que dizer. Ou, se sabe, pode ter dificuldade em ordenar as ideias ou até lembrar-se dos versículos.

Por isso, minha intensão com esta mensagem é lembrá-los das partes que compõem o Evangelho e quais versículos podem ser usados, tentando ser o mais simples possível e olhando apenas para a carta aos Romanos. *Não será uma exposição de Romanos nem mesmo a explicação de termos teológicos, como: depravação, justificação, expiação, pecado e outros.

A palavra EVANGELHO significa BOAS NOVAS ou BOAS NOTÍCIAS.

Mas para que ela faça sentido, precisamos dar um passo para trás:

  1. A situação do homem, sua abrangência e resultado:

Estamos num estado de rebelião com Deus, somos pecadores, praticantes da injustiça, incapazes de entender as coisas espirituais. Nossa vontade foi afetada, de modo que não temos nenhum desejo de buscar a Deus.

“Não há justo, nem um sequer,

não há quem entenda,

não há quem busque a Deus.”

Romanos 3:10-11

Sobre a raça humana ímpia e injusta repousa a ira de Deus.

“A ira de Deus se revela do céu contra toda

impiedade e injustiça dos seres humanos que,

por meio da sua injustiça, suprimem a verdade.”

Romanos 1:18

Qual a abrangência deste estado?

“pois todos pecaram e carecem da glória de Deus”

Romanos 3:23

Qual o resultado desta rebelião?

Porque o salário do pecado é a morte…”

Romanos 6:23a

O Evangelho não começa com uma boa notícia. O homem está corrompido pelo pecado e seu fim é a morte.

  1. Início das boas novas… o preço foi pago

“Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco

pelo fato de Cristo ter morrido por nós

quando ainda éramos pecadores.”

Romanos 5:8

O preço da morte, que é o resultado de sermos quem somos, foi pago por Cristo. Ele nos substituiu na cruz, por iniciativa amorosa de seu Pai.

Como se beneficiar deste sacrifício substitutivo? Pela fé em Cristo Jesus.

“Justificados, pois, mediante a fé,

temos paz com Deus por meio do nosso Senhor Jesus Cristo,”

Romanos 5:1

“Mas, agora, sem lei, a justiça de Deus se manifestou,

sendo testemunhada pela Lei e pelos Profetas.

É a justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo,

para todos e sobre todos os que creem. Porque não há distinção,”

Romanos 3.21-22

Como esta fé se expressa? Quando o homem reconhece seu estado de inimizade contra Deus e, arrependido, invoca seu perdão.

“Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.”

Romanos 10:13

O que acontece com quem invoca a Deus?

  • Deus o declara justo:

Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus

por meio do nosso Senhor Jesus Cristo,”

Romanos 5:1

  • Recebe não mais a morte, mas vida eterna:

“Porque o salário do pecado é a morte,

mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna

em Cristo Jesus, nosso Senhor.”

Romanos 6:23

  • Sobre ele não repousa mais nenhuma condenação:

“Agora, pois, já não existe nenhuma condenação

para os que estão em Cristo Jesus.”

Romanos 8:1

Em ROMANOS 1.16 a palavra Evangelho é definida assim:

“Pois não me envergonho do evangelho,

porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê,

primeiro do judeu e também do grego.”

Romanos 1:16

O evangelho é o poder de Deus, capaz de vencer a morte e dar, ao homem pecador e perdido, uma nova vida, eterna e sem condenação. O homem a quem Deus declara justo torna-se seu filho amado.

Que todos nós, cristãos, tenhamos gravados em nossas mentes e corações esta grandiosa mensagem, sempre que alguém nos perguntar a razão da esperança que há em nós.

por Davi Oliveira Dedeu

Foi abençoado? Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram