Nossos Artigos

Salmo 142 – Deus, o remédio contra o desânimo!

Dentro de uma caverna, sentindo-se fraco, sozinho e abatido, pela perseguição que sofria de Saul e seu exercito, Davi escreve o Salmo 142. Nele, Davi nos mostra a importância em fixar nossos olhos em Deus, como um remédio para o desânimo:

1 “Com a minha voz clamo ao SENHOR; com a minha voz suplico ao SENHOR.” 2 “Derramo perante ele a minha queixa; diante dele exponho a minha aflição.”

A oração a Deus era, para Davi, um excelente remédio para o desanimo.

Apesar da sensação de solidão, Davi não podia dizer que estava sozinho quando orava. Quando ninguém se importava em ouvir sua inocência, ele clamava àquele que certamente ouvia sua oração com clareza e com atenção.

Além da oração, Davi nutria uma forte convicção do cuidado de Deus:

3 Quando meu espírito esmorece dentro de mim, tu sabes a vereda que devo seguir. No caminho em que ando prepararam uma armadilha contra mim. 4 “Olha para a minha mão direita e vê; não há quem me conheça; faltou-me refúgio; ninguém se interessa por mim.”

Davi estava sendo perseguido pelo rei Saul e, até mesmo seus antigos amigos, com receio do rei, se silenciaram, demonstrando desinteresse por Davi. Como se não bastasse, seu caminho estava minado de armadilhas invisíveis e mortais.

Mesmo assim, Davi diz: “…tu sabes a vereda que devo seguir” (v. 3a) demostrando sua segurança num Deus que conhece todas as coisas e que lhe dirige todos os passos.

Ainda que reconhecendo a força de seus perseguidores, Davi, num ato de fé, deposita toda a sua esperança em Deus. O verdadeiro refugio de Davi não era a caverna onde ele estava, mas o seu Deus, maior e mais poderoso que qualquer exercito.

5 SENHOR, clamei a ti e disse: Tu és o meu refúgio, a minha herança na terra dos viventes. 6 Atende ao meu clamor, pois estou muito abatido. Livra-me dos meus perseguidores, pois são mais fortes do que eu.

Não podemos negar que o desanimo é real e, por vezes, atinge nossas vidas, assim como atingiu a de Davi.

Muitos cristãos, esgotados pelo desanimo, são tentados a não orar, a não ler as Escrituras e a evitar aos poucos a comunhão com a igreja de Deus e, sem que percebam, fazem justamente aquilo que as tornarão mais desanimadas.

O remédio, de acordo com este Salmo, é ter os olhos fixos em Deus, em oração, mantendo firme a certeza que de Ele é poderoso para guiar nossos passos, mesmo em meio à escuridão.

Como Davi, derrame sua queixa a Deus, confie que seus caminhos são perfeitos e comprometa-se a louvá-lo, assim que o desanimo passar:

7 Tira-me da prisão, e eu louvarei o teu nome. Os justos me rodearão, quando me recompensares.

Foi abençoado? Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram