Nossos Artigos

Um Rei Eterno

Mq. 5: 2

Introdução: O profeta Miquéias exerceu seu ministério possivelmente entre os anos 735-710 a. C. Quer dizer, as palavras referentes ao local do nascimento de Cristo ele as pronunciou sete séculos antes do evento ocorrer. Nessa época o povo de Israel vivia momentos de intenso sofrimento por causa da presença dos assírios que, em 722 a. C. acabaram destruindo o reino de Israel – as dez tribos do norte – levando os israelitas cativos para a Assíria. Restaram na Palestina apenas duas tribos: Judá e Benjamim. Foi no meio desse caos político, social e espiritual que Miquéias anunciou a vinda d’Aquele que seria a solução definitiva, não apenas para os israelitas, mas para todos os povos da terra (Jo. 1: 12).

1. “E tu, Belém Efrata”. Em vez da solução para todos os problemas que os israelitas atravessavam serem buscados em Jerusalém, onde estava centralizado o governo da nação representado pelo rei e seus ministros, e onde também estava centralizado o poder religioso representado pelo templo e pelo sacerdócio, Miquéias aponta para uma cidadezinha ao sul de Jerusalém, Belém Efrata.

2. “Posto que pequena entre as demais cidades”. Belém era mesmo uma pequena cidade de Judá, mas o seu nome sugere bênçãos: Belém significa “Casa do Pão” e Efrata significa “Fértil”. O N. T. refere-se a esses dois significados do nome Belém Efrata empregando-os a Jesus (Jo. 6: 48; 15: 5).

3. “De ti me sairá Aquele que será Senhor em Israel”. A esperança de Israel deveria mudar de foco em relação ao seu esperado Messias. Ele não viria das cidades importantes e ricas, mas da pequena e quase insignificante Belém. Os olhos da nação deveriam voltarem-se para lá.

4. “Suas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade”. O profeta Miquéias aponta para duas realidades sobre a pessoa do Messias que Deus enviaria: Ele apareceria na Sua humanidade, vindo de Belém, porém Seus dias apontavam para a eternidade. Em outras palavras, o Messias seria numa só Pessoa, humano e divino. Como homem Ele nasceria em Belém com um fim específico: morrer pelos Seus (Rm 4: 25), mas seria Deus para salvar aqueles que cressem no Seu nome.

Conclusão: Que neste natal o mundo deixe sua agitação, suas buscas em soluções meramente humanas e procurem em Deus a solução que Ele idealizou e realizou no Seu Filho Jesus Cristo. Que neste natal nossos olhos estejam postos em Deus que é capaz de dar uma solução definitiva para a problemática humana. Que neste natal todos possam conhecer plenamente Jesus como mostrado nas Escrituras Sagradas e serem salvas n’Ele. Feliz natal a todos.

Foi abençoado? Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram