Nossas Devocionais

É unicamente o Senhor quem acalma as nossas “tempestades” e nos faz caminhar em segurança

por

Pr. Paulo Guedes Soares

“Que Deus, nosso Pai, e o Senhor Jesus Cristo lhes deem graça e paz”.

O ser humano sempre se defronta com dois problemas existecialmente cruciais: 1. Não ter controle sobre os fatos da vida e, 2, pensar que tem controle sobre esses fatos e se frustrar quando descobre que não tem controle sobre nada. Daí, ele tem a opção de depender inteiramente de Deus para viver, ou viver com muita raiva d’Ele e de tudo o que diga respeito a Ele. Em Jó 14.1,2 diz: “O homem, nascido da mulher, tem vida breve e cheia de inquietações. Como a flor, ele nasce e murcha; como a sombra, é fugaz e não permanece”. Quando reconhecemos humildemente a nossa fragilidade, podemos recorrer à providência de Deus para obtermos ajuda e orientação para viver: “Procuro alguém que venha me ajudar, mas ninguém sequer lembra que eu existo. Não tenho onde me abrigar, ninguém se importa com o que acontece comigo. Então clamo a ti, Senhor, e digo: Tu és meu refúgio, és tudo que desejo na vida” (Salmo 142:4‭-‬5). Nos momentos de carência vamos descobrir que apenas, e tão somente, é Deus quem tem todos os meios para nos socorrer; seja agindo diretamente na situação, seja usando alguém para nos socorrer.

Meus irmãos, os Evangelhos relatam que Jesus, após realizar o milagre da multiplicação dos pães e peixes, mandou Seus discípulos atravessarem o mar da Galileia. Quando eles se afastaram da costa, uma tempestade começou a açoitar o barquinho deles. Para piorar a situação, eles veem alguém andando sobre as águas, em plena madrugada e pensam que é um fantasma. Então começam a gritar. Para acalmar seus corações, “Jesus, porém, lhes falou logo, dizendo: Tende bom ânimo, sou eu; não temais” (Mateus 14:27). Jesus, então, sobe ao barco deles e a tempestade se dissipa: “E, quando subiram para o barco, acalmou o vento” (Mateus 14:32). Sim, é unicamente o Senhor quem acalma as nossas “tempestades” e nos faz caminhar em segurança: “Ó meu povo, confie nele em todo tempo; derrame o coração diante dele, pois Deus é nosso refúgio” (Salmo 62:8). Meus prezados irmãos, mesmo que sejamos apenas pó e cinzas, Deus tem prazer em estar conosco e cuidar de nós nas nossas limitações.

Deus vos abençoe, meus irmãos, juntamente com vossas famílias. Amém!

Foi abençoado? Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram